Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre o aço revestido a vidro (glass lined steel) e as vantagens técnicas de combinar o melhor do aço e do vidro num só material

Embora aço e vidro possam parecer materiais pouco conciliáveis entre si, são bastante comuns e complementares em atividades de I&D à escala laboratorial. Tipicamente os consumíveis de laboratório são de feitos de vidro borosilicato, enquanto que equipamentos como reatores, colunas, e outros são tipicamente metálicos, feitos de aço inoxidável. Em todo o caso, aço e vidro possuem uma simbiose industrial na forma do material conhecido por aço revestido a vidro (glass lined steel).

 * * *



De facto, a fusão de vidro com aço produz um material composto, onde tipicamente o interior oferece uma proteção do produto e o exterior fornece a força e a durabilidade estruturais.

O aço revestido a vidro conjuga um leque de vantagens (ver abaixo) que vão desde o desempenho mecânico à não contaminação química, passando também por aspectos ligado à própria manutenção dos equipamentos e a atractividade económica de investir neste tipo de soluções. 


  • Resistência à Corrosão - O aço revestido de vidro proporciona resistência superior à corrosão de ácidos, álcalis, água e outras soluções químicas (com exceção de ácido fluorídrico e ácido fosfórico concentrado quente). Como resultado desta resistência química, forro de vidro pode servir por muitos anos em ambientes que rapidamente tornar a maioria dos navios de metal inutilizável. O gráfico abaixo ilustra como a ampla gama de resistência à corrosão que este material (3009 Glass) pode ter comparado com outros existentes para o efeito.



  • Pureza - Ambientes agressivos de reação tendem a dissolver metais (crómio, níquel, molibdénio, cobre, etc) de reatores de aço maciço ou de ligas, levando à lixiviação e consequente contaminação do sistema reacional. A presença destes metais pode resultar em efeitos catalíticos indesejáveis, causadores de flutuações nocivas nas reações do processo, inclusive o risco de provocar run away. Por sua vez, aço revestido a vidro é inerte, por isso impermeável à contaminação. Além disso, não afecta negativamente sabor ou cor, o que é de extrema importância para as aplicações de alimentos e medicamentos onde a pureza a esse nível é essencial.
  • Facilidade de Limpeza - O aço revestido a vidro é compatível com as boas práticas industriais (por exemplo: cGMP/FDA) para limpeza esterilização. O seu alto grau de suavidade nas superfícies facilita a limpeza, bastando o usos de sistemas não corrosivos e de baixa pressão para o efeito. A superfície lisa do aço revestido de vidro também resiste ao processamento de produtos viscosos ou pegajosos, o que significa uma limpeza menos frequente.
  • Economia  - Quando manuseados e mantidos adequadamente, equipamentos como reatores de aço revestidos a vidro podem ser uma solução económica em comparação com as alternativas de aço e liga, cuja vida útil pode ser drasticamente reduzida devido à sua menor capacidade de resistir à corrosão. 
* * *

Como são feitos os equipamentos de aço revestido a vidro?

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...